Metade Maior, de Julieta Monginho

A acção deste livro decorre num tempo próximo, um tempo que já se faz anunciar. Um mundo pós casas de penhores, dos restaurantes fechados, das lojas encerradas ainda ostentando os letreiros dos saldos (esse grito final de desespero). Uma sociedade onde tudo é privado desde o governo à ordem pública.

A sua maior ameaça é o crescimento demográfico. O departamento do ajustamento demográfico é então chamado a atuar. Fá-lo com os seus matadores e com a ajuda da morte. Pouco fiel é a morte, sempre pronta a servir outros senhores.

ler mais no PNet
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Livros, PNet Literatura com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s